Condução da Seiva

Nos vegetais, a condução de seiva é realizada através dos sistemas de vasos (xilema e floema), que se distribuem ao longo do corpo do vegetal. A água e os sais minerais (seiva bruta) absorvidos pelas raízes são transportados até as folhas através do xilema. A distribuição de seiva elaborada (água e açúcares) é realizada pelos vasos de floema.

Foi proporcionado aos alunos do 7ºano um momento prático, no qual os alunos aprenderam,de forma descontraída, a condução da seiva com a experiência da rosa. Foram realizadas as seguintes etapas com a prática da rosa.

  • Colocamos água até a metade em dois copos pequenos. Em seguida foram acrescentadas quarenta gotas de corante alimentício em um copo e no outro copo foi acrescentado quarenta gotas do corante de outra cor. Colocamos a rosa na água com corante, de maneira que metade do caule ficasse num copo e a outra metade no outro copo. Aguardamos por trinta minutos. As pétalas começaram a ganhar cor de acordo com o lado do caule pelo qual foram irrigadas. O resultado foi visível e bonito nas pétalas e, depois de algumas horas, foi possível observar que as folhas também começaram a ficar coloridas.

Os alunos analisaram que isso acontece porque o caule da rosa absorve a água, irrigando assim, toda a planta, até atingir as pétalas. Como a água estava carregada de pigmentos coloridos, esses pigmentos percorreram os pequenos vasos até ficarem depositados nas pétalas, deixando-as coloridas.

A realização de uma prática em sala de aula é uma excelente opção para estimular os alunos no estudo dos vegetais. A atividade estimula a atenção dos alunos e permite uma participação ativa na identificação de características morfológicas externas e interna (como disposição e quantidade de pétalas, observaram a cor da água e mudança de cor).

 

As práticas devem despertar em geral um grande interesse nos alunos, além de propiciar uma situação de investigação. Essas aulas quando planejadas levando em consideração estes fatores, constituem momentos particularmente ricos no processo de ensino-aprendizagem (DELIZOICOV & ANGOTTI, 2000).

 

O objetivo da atividade é demonstrar a condução de água nos vasos das plantas. Esse processo vai desde a absorção de água pelas raízes até sua distribuição por toda a planta, chegando até a rosa e as folhas. Foi possível notar nitidamente o caminho que a água percorreu para chegar às pétalas.

A realização das atividades práticas ajuda a manter os alunos engajados e motivados a aprender, além de proporcionar uma maior interação entre os colegas.

 

Professora Maria Laura

 

REFERÊNCIA

 

DELIZOICOV, D; ANGOTTI, J.A. Metodologia do Ensino de Ciências. São Paulo: Cortez, 2000.