Feira Cultural - Desafiados para desafiar

Como já citado pela Coordenadora Elisângela, o tema da Feira Cultural este ano foi “Olimpíadas e Paralimpíadas”, um tema que todos gostaram, ainda mais porque estava acontecendo aqui em nosso país.

A realização deste projeto exige muito planejamento, pois temos como objetivo despertar em nossos alunos o gosto pela pesquisa, inspirar trabalhos em grupo, incentivar a busca de soluções para problemas reais e favorecer o desenvolvimento do conhecimento. 

Realizamos pesquisa de campo com os alunos do 3º ao 5º ano e também recebemos a visita de alguns atletas que fazem parte da ADFP – Associação dos Deficientes Físicos do Paraná o que deixou os educandos impressionados e impactados com a habilidade dos esportistas.

A Feira Cultural é um projeto de requer muito trabalho e empenho dos professores, alunos e dos pais, principalmente os pais do fundamental I (1º ao 5ºano), pois na maioria das vezes os pais tem que auxiliar, orientar a até mesmo colocar a mão na massa para desenvolver o que foi proposto aos seus filhos. É aí que descobrimos os artistas anônimos.

As maquetes e os cartazes são muito bem produzidos, é notório que houve dedicação e o que mais me alegra é ver a realização das crianças em mostrar o que produziram com seus pais, nos olhos dos alunos podemos ver “meu pai ou minha mãe é o máximo”!

São momentos como esses que ficarão marcados eternamente no coração das nossas crianças.

Já no ensino fundamental II (6º ao 9º ano) a maioria dos projetos partem dos alunos com orientação dos professores. Muitas vezes ficam agitados, ansiosos, correm de um lado para outro, criam expectativas, se preparam ensaiando falas e buscando aperfeiçoar a performance na hora das apresentações.

O olhar e incentivo do professor nesse momento é fundamental, pois instiga e desafia os alunos a mostrarem suas habilidades artísticas que muitas vezes durante o ano letivo não se consegue pôr em prática com tanta visibilidade.

Um outro desafio é estimular os mais tímidos a falar em público. Percebemos que alguns dos alunos sofrem com isso e é nessa hora que o professor se torna ainda mais fundamental, pois vai dar o seu melhor para incentivar, valorizar e mostrar a eles que são capazes de vencer e é impressionante como essas crianças tímidas se dedicam e nos enchem de orgulho!

Creio que nossas crianças são como flechas nas mãos de valentes (pais e professores), e esses valentes tem a grande missão de lançar essas flechas almejando e visando alcançar o alvo: que essas crianças se tornem adultos aptos a conviver em sociedade e usufruir com exatidão do que ela oferece de forma digna e compromissada.

Acredito que projetos assim afloram o melhor que temos, nos desafiam, e quando damos como trabalho realizado vem a certeza de que temos muito mais a oferecer às pessoas que nos rodeiam.

Também vejo a feira cultural como uma importante ferramenta para que os pais saibam o que a escola faz e como desenvolve a proposta pedagógica, é uma oportunidade de interação entre os familiares e demais convidados assim simplificando e valorizando a aprendizagem dos alunos.

Agradeço a todos que se envolveram de alguma forma para que nossa XV Feira Cultural fosse um sucesso!!!